Segurança para todos

De bicicleta, trotineta ou patins…



Porque deves usar sempre o teu capacete

Quando andas de bicicleta, trotineta ou patins, mesmo que seja só por divertimento, numa rua sem trânsito, deves sempre usar o teu capacete. Mas não são só os mais novos que devem usar este equipamento de proteção. Se os teus pais (ou alguém que conheças) forem andar de bicicleta, lembra-lhes que devem usar um capacete também.

E por quê?

As quedas são inevitáveis, mas as suas consequências podem ser amenizadas
Qualquer pessoa que se desloque de bicicleta, patins ou trotineta pode cair. E as quedas podem ser perigosas. Além de aleijares os braços e as pernas, podes facilmente bater com a cabeça. O capacete tem exatamente como função proteger a cabeça: em caso de queda, reduz sete vezes a probabilidade de lesões cerebrais.

Uma questão de visibilidade
Sabias que quando usas o capacete também te tornas mais visível para os outros utentes da estrada? É verdade! Atualmente, muitos dos capacetes além de terem bandas refletoras, também vêm equipados com luzes de presença, ideais para o caso de circulares de bicicleta de noite.

Que capacete deves escolher?
Quando comprares o teu capacete, lembra os teus pais que o mesmo deve ter a marca CE e a indicação EN 1078. E antes de o comprares, verifica se o mesmo é indicado para o teu formato e tamanho de cabeça. Hoje em dia, existem diversos modelos no mercado, para que quando uses o capacete te sintas confortável.
Não esqueças: quando usares o teu capacete, este deve estar corretamente colocado (centrado na parte superior da cabeça e não inclinado) e apertado (uma correia deve passar por trás da orelha e a outra pela frente, devendo ficar apertadas bem justas por baixo do queixo).

Mas para andares de bicicleta em segurança, não basta que uses o teu capacete. Quando circulas de bicicleta és equiparado a um condutor. Como tal, há regras que deves conhecer e respeitar.

Deixamos-te aqui algumas:
- Usa sempre um capacete, com o fecho corretamente apertado e um colete refletor.
- Circula à direita, mas não muito próximo do passeio ou da berma, para não correres o risco de cair.
- Sempre que possível, deves usar as vias reservadas a ciclistas.
- Para nas passagens para peões, sempre que alguém esteja a atravessar.
- Respeita os sinais luminosos e os sinais verticais.
- Tem atenção aos veículos estacionados, pois alguém pode abrir uma porta do lado da faixa de rodagem.
- Abranda sempre que te aproximes de um cruzamento ou entroncamento
- Antes de mudares de direção, deves estender o braço no sentido que pretendes seguir e olhar à volta, assegurando-te de que o podes fazer sem perigo.
- De noite ou quando estiver mau tempo, liga a luz e usa roupas retrorrefletoras.
- Verifica regularmente a tua bicicleta, nomeadamente: enche os pneus, verifica o estado dos travões (se os cabos estão bem esticados), limpa o calço dos travões e verifica se as luzes estão a funcionar.



«« voltar


BTW
seara.com