Segurança para todos

Stresse e excesso de trabalho tornam condutores agressivos



Estudo envolveu 1.300 condutores portugueses

Um estudo da Continental Pneus Portugal concluiu que o tipo de trabalho exercido, o número de horas que se trabalham, bem como levar trabalho para casa, pode influenciar a condução, predispondo o condutor a uma condução mais agressiva e também mais desatenta.

O estudo envolveu 1.300 condutores, dos quais cerca de metade (47,1%) afirmou trabalhar mais de 9 horas por dia. 80% dos condutores inquiridos afirmaram ainda sentir algum/muito stresse e 30% referiu levar frequentemente trabalho para casa.

De acordo com a coordenadora do estudo, as pessoas sujeitas a stresse no trabalho e que trabalham muitas horas tendencialmente são condutores mais nervosos, que gritam com os outros condutores e que potencialmente tendem também a adotar comportamentos de risco ao volante.



«« voltar


BTW
seara.com